A mensagem no biscoito da sorte

Ele abriu o biscoito da sorte no restaurante chinês e leu a mensagem: “Muito passo em falso é dado por permanecer no lugar”.

A ideia é esta: Muitas vezes se comete erro por não fazer nada. A falta de ação também pode conduzir ao equívoco. Há momento quando deixar de agir ou tomar decisão leva ao prejuízo.

O princípio também se aplica no âmbito espiritual.

“Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado” Tiago 4.17.

É claro que quem define o que é bom é Deus. “Ele mostrou a você, ó homem, o que é bom e o que o Senhor exige” Miqueias 6.8a.

Quando Deus nos revela o que é bom, devemos fazê-lo, já. A demora significa desobediência.

Para usar uma ilustração da área da ética, é errado gritar FOGO! numa sala lotada de cinema. E é errado também não avisar que há fogo quando de fato as pessoas correm perigo de morrer.

  • É errado não buscar a fé definida por Deus, ao invés de ter uma fé vazia e morta que não faz nada exceto da boca pra fora.
  • É um passo em falso não seguir os passos para a salvação: o arrependimento, a imersão na água para o perdão dos pecados, o serviço no meio da família de Deus.
  • É um pecado não promover a causa de Cristo, porque somente ele é o caminho até Deus e as pessoas precisam ouvir a mensagem salvadora do evangelho.
  • É uma decisão equivocada permanecer no estado em que se encontra, depois de descobrir o final infeliz dele.

Havia grande sabedoria na mensagem do biscoito da sorte. Pois a mensagem não depende da sorte, mas sim da verdade espiritual sobre a infelicidade da passividade ante à necessidade da ação.