O perdão corre atrás

Vários irmãos estão usando a série: “52 ações do discípulo de Cristo”, para suas leituras nos grupos. Na nossa casa hoje, faremos leitura de umas passagens bíblicas nessa lição sobre o perdão uns dos outros.

52-acoes-13-perdoar

Urbanova, 20h-21h, SJCampos. 12-3949-1246.

Como amar a Deus

De Élcio Márcio, Belo Horizonte MG

Se de fato amamos a Deus, ouviremos sua voz e obedeceremos sem hesitação sua vontade. O verdadeiro amor consiste em obedecer à vontade de Deus. E a sua vontade é amá-lo sobre todas as coisas e amarmos uns aos outros como Ele nos amou.

Amar é colocar em pratica o que aprendemos; é ser paciente, benigno, excluir o mal, é ser fiel, gentil e ter domínio sobre nossas ações.

“Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também ao que dele é nascido. Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e praticamos os seus mandamentos. Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são penosos” 1 João 5.1-3.

Frases: Jesus decepciona

Jesus decepciona a pessoa que lhe vem com expectativas fora da vontade de Deus. João 6.60.

A obra do diabo é levantar barreira entre nós e Deus. Para isso, ele faz de tudo para ter sucesso. Mente toda hora sobre o Criador. A vitória sobre a tentação é resistir às suas mentiras.

“Deus nos ordena a adorá-lo, porque é para nosso benefício. Precisamos da adoração a fim de cumprir a nossa natureza como seres espirituais”. —J.S. Williams, Cristianismo original

A marca dos cristãos é Cristo. Todo o resto é … resto, supérfluo.

Sinal do amor é falar a verdade. Escondê-la raramente mostra o amor, mas acaba sendo uma forma da hipocrisia ou da falsidade. Efésios 4.15.

“Uma concepção defeituosa de Deus conduz a uma percepção errada de tudo relacionado a ele”. —Frank Chesser

Qual o nome da “nossa igreja”? Cristo. Qual a nossa doutrina? Cristo. Qual o nosso “negócio”? Cristo.

Descanse com Deus

É bom ter um feriado para descansar, viajar, passar tempo com família. O ritmo acelerado dos nossos tempos esgota as nossas energias. Precisamos de umas horas para desfrutar a quietude, recompor as forças e parar com a frenética agitação.

As pessoas encontram várias maneiras de fazer tudo isso. Mas o melhor jeito, e mais duradouro, é descansar com Deus. É buscar seu Filho. É procurar as coisas lá do alto.

Quase todo dia escrevo um verso bíblico na minha agenda. O verso de hoje combina com essa ideia. Veja as palavras de Jesus:

descanso
Minha agenda hoje

O verso é Mateus 11.28, uma palavra de Jesus: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”.

Deus depositou em Jesus todas as bênçãos espirituais, Efésios 1.3. Nele também encontramos paz e descanso. Precisamos descansar com Deus indo até Jesus, entrando em união com ele.

Essa jornada pode acontecer de forma rápida, pois o processo é simples. Mas tem gente que demora, tornando a jornada mais complicada ou sofrida do que é necessário.

O descanso com Deus não tem que terminar na segunda-feira, quando voltamos ao serviço. Pode ser um descanso prolongado. Permanente. Eterno.

Pois este descanso é um estado de ser. Uma condição da alma. Uma paz do interior e mais: um relacionamento verdadeiro com nosso Criador. Neste relacionamento, fazemos mais do que usar o nome dele. Não falamos bem dele apenas, mas ouvimos sua palavra e falamos a ele.

Andamos com ele.

E nesse andar, encontramos tudo o que sempre queríamos.

 

Relacionamento e preconceito

De Humberto Souza, Taubaté SP

Se pudéssemos resumir a Bíblia em uma frase apenas, poderíamos arriscar dessa forma: a Bíblia é um livro que fala do relacionamento de Deus com o ser humano.

Claramente, a intenção de Deus desde o princípio foi estar próximo da humanidade, criando o ser humano parecido com ele (Gênesis 1.26-27). Lendo mais adiante, verificamos vários trechos bíblicos que demonstram a enorme paciência e misericórdia de Deus para conosco, mesmo diante de inúmeros erros que nós cometemos (Filipenses 2.27; Lucas 7.13; Mateus 15.32).

Você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com o preconceito? Pois é, esse problema é complicado de resolver; porém, é por demais simples se você está buscando a verdade e não apenas uma confirmação daquilo que alguém lhe disse. Continue lendo “Relacionamento e preconceito”