Faz uma diferença?

Seu saldo no banco está com, digamos, mil reais, mas quando consulta o saldo na caixa eletrônica, o papel impresso declara que tem apenas um real. Faz uma diferença?

Você gasta horas e horas restaurando uma peça antiga que pensa ser de alto valor, só para descobrir que é uma imitação barata que não merece atenção nenhuma. Faz uma diferença?

Um funcionário apresenta diploma de renomada universidade e prêmios de entidades conceituadas, mas descobre-se depois que é documentação falsificada. Faz uma diferença?

Queremos saber a verdade. Buscamos fatos. Prezamos a veracidade. Mas e nas coisas espirituais?

No dia 29/jan vamos ver algumas pistas de como identificar qual o povo de Deus verdadeiro. Quem define, é claro, é Deus, na sua palavra. Pois é com este povo com quem devemos conviver, em quem devemos investir, a quem devemos mostrar o amor fraternal especial e preferencial.

Vamos ouvir a palavra de Deus. Urbanova, 19h30-20h45. Tel. 3949-1246.

Você acredita na vida após a morte?

A pergunta foi postada no site social que é votable. Respondi da seguinte forma:

Com certeza! A maravilha do ser humano parece ser grande demais para ser confinado à brevidade de 70 ou 80 anos. O universo clama por algo maior do que até a imensidão desta existência no tempo e no espaço.

Este clamor é respondido no Livro que declara um propósito por trás da criação, e uma dimensão que se estica, infinitamente, além dos limites da vida entre as galáxias.

A história de Deus segura a nossa atenção e agarra a nossa imaginação. Ela responde a todas as perguntas que a humanidade consegue fazer, numa maneira coerente e completa. Ela supre a nossa necessidade e nos oferece o amor.

A revelação divina afirma que, além da morte, há mais. Uma porta se abriu. Devemos escolher hoje qual o caminho a seguir, pois esta escolha determinará nosso destino eterno.

Deus é bom e grandioso, ele é generoso e amoroso. Ele deseja que sejamos aquela criatura singela que o deseja também.

Sim, há vida após a morte, mas é preciso ouvir a voz daquele que a oferece a cada um de nós.

(Para a postagem original e outras respostas à pergunta, ver aqui.)

O amor ao próximo

Neste mês de janeiro estamos considerando, nas mensagens no Urbanova, aspectos do amor divino, para nos lançar bem no Ano do Amor.

No domingo, dia 8, consideraremos o tópico: “O amor ao próximo”, que Jesus estabeleceu como o segundo grande mandamento, Mateus 22.34-40.

Entre outros pontos, devemos pensar nestas verdades:

  • Qual é o maior bem que podemos fazer aos outros?
  • Como pode ser o amor ao próximo “perfeito” como é perfeito o amor de Deus, pois tal perfeição é mandamento dele?
  • Como evitar o orgulho ao servir ao próximo?
  • Como conciliar o nosso tempo e os recursos às necessidades alheias?

Venham participar conosco, no Urbanova, 19h30-20h45. Tel. 3949-1246.

Seleções dos Salmos: Salmo 1

Amanhã à noite, dia 4/jan, começaremos uma série de leituras bíblicas que deve durar um trimestre, mas que terá, a cada semana, uma leitura independente. Como é isso?

Vamos fazer “Seleções dos Salmos”. Cada salmo tem uma história diferente, mas todos pertencem a este livro bíblico que tem sido chamado de o hinário de Israel.

Amanhã à noite, vamos começar com Salmo 1. Este salmo serve de introdução ao livro inteiro.

A série promete ser muito animadora. Venham participar! Urbanova, 20h-21h. Tel. 3949-1246.

Perguntas que vamos considerar:

  1. Em quais termos o salmo descreve a pessoa feliz? Em termos materiais? Circunstanciais? vv. 1-2.
  2. Quais as três atitudes negativas da pessoa feliz, no v. 1?
  3. Se ela não se associa com ímpios, pecadores e zombadores, então com quem ela se associa?
  4. Qual o prazer da pessoa feliz? v. 2.
  5. O que a pessoa feliz faz? v. 2.
  6. O que acontece com a pessoa feliz? v. 3.
  7. O que acontece com os ímpios? vv. 4-5.
  8. Quem é que faz tudo isso acontecer? v. 6.
  9. O salmo apresenta dois, e apenas dois, caminhos. Quem está em cada caminho?
  10. Pelo salmo, quem é a pessoa justa?

Oração natalina: em Cristo, todas as bênçãos espirituais

Durante o feriado, que você e todos os seus sejam profundamente abençoados pelo tempo em família e com seus amigos e amados, e pelo alimento e outras coisas “que Deus criou para serem recebidos com gratidão pelos que creem e conhecem a verdade” 1 Timóteo 4.3 NARA.

Nossa maior oração pelos que ainda não estão em Cristo é que tenham a fé que obedece ao Senhor, e não uma fé qualquer; que conheçam a verdade que salva; que entrem em Cristo por meio do arrependimento e da imersão na água.

Todas as outras bênçãos ficam longe da grandeza do conhecimento de Deus e do chamado para seguir Jesus.

Em Cristo se encontram “todas as bênçãos espirituais”  Efésios 1.3. Fora dele, não há nenhuma bênção espiritual. Assim, é por isso que a maior e melhor oração pelos nossos amigos que não obedecem Jesus seja para entrarem nele.

Em Cristo é “toda a plenitude da divindade” Colossenses 2.9. E quando estamos em Cristo, recebemos tal plenitude, verso 10. Neste mesmo texto, o apóstolo Paulo declara que entramos em Cristo por meio da imersão, Colossenses 2.11-13. (Ver também Gálatas 3.27.)

Pela imersão, também entramos “em um só corpo”, que é a igreja do Senhor Jesus, 1 Coríntios 12.13; Efésios 1.22-23. Esta é única, sem denominação, existindo antes de qualquer uma destas, necessária ao plano de Deus, na qual encontramos Deus como Pai e irmãos em Cristo com a mesma finalidade de glorificar o Nome.

Deus é um só, e assim o caminho até Deus é um só: por meio de Jesus que é “o caminho, a verdade e a vida” João 14.6. A verdade é uma só, como também é uma só a fé, a igreja, a imersão e a doutrina de Deus. (Ver Efésios 4.4-6.)

Nesta unidade, tornamo-nos unidos. As tentativas humanas de unir as pessoas fracassam. Somente Deus tem o plano que traz unidade verdadeira a todos.

Durante o feriado, portanto, que possamos dedicar nossos pensamentos, nosso tempo e nosso esforço para buscar o reino de Deus e sua justiça, Mateus 6.33, para assim esperar dele a grande recompensa dos que têm fé e avançam para obedecer não somente em palavra mas em verdade, Hebreus 11.6.

“Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade” 1 João 3.18 NVI.

Na última semana, duas pessoas entraram em Cristo na RMVale, para a alegria celestial. Que muitos outros também entrem em Cristo para sua salvação eterna e para a glória de Deus Pai.

Anjo a Maria: Não tenha medo

Desejamos um Natal feliz para todos, um tempo alegre com amigos e familiares.

Na nossa reunião dominical (25/dez), vamos falar sobre a palavra do anjo a Maria:

Mas o anjo lhe disse: “Não tenha medo, Maria; você foi agraciada por Deus!” —Lucas 1.30

Vamos aplicar essa palavra à nossa vida, em quatro sentidos, usando o contexto maior de Lucas 1.26-38.

Venha para Urbanova (Residencial Recanto da Serra), 19h30-20h45. Tel. 3949-1246.

Venha fazer parte desse momento espiritual.

Feliz Natal com firmeza na fé

O Natal está se aproximando e muitos estão viajando, outros com muitos compromissos de encontros e confraternizações. O feriado é um momento alegre e, ao mesmo tempo, exigente.

Em todo o tempo, o Senhor Jesus nos chama à fidelidade ao chamado celestial. As provações e as dificuldades servem para testar o nosso compromisso espiritual.

O Senhor declarou: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” João 14.6.

A fé em Jesus é firme quando vivemos a vida que ele oferece, praticamos a verdade que ele revela e andamos pelo caminho que ele nos abre.

Demonstremos ao Senhor, o Justo Juíz e Salvador dos que o seguem, que nossa fé não vacila em momento algum.

Conversão: resposta ativa à graça de Deus

Esta descrição da conversão é boa, tirada da New Smith’s Bible Dictionary, editado pelo irmão Reuel Lemmons:

“No Novo Testamento o ato de virar-se a Deus é uma resposta ativa à graça de Deus em Cristo, associado à humildade, Mateus 18.3, à fe, Atos 11.21, ao arrependimento, Atos 3.19; 26.20, e às vezes é praticamente identificado com o batismo como o ato iniciático pelo qual o pecador arrependido é perdoado e acrescentado ao corpo de Cristo; ver Atos 3.19 com Atos 2.38” (pág. 71).

Conforme a palavra de Jesus em Mateus 18.3, a conversão é necessária para entrada no reino de Deus, então fala-se de algo indispensável ao ensino de Cristo.

Na descrição do dicionário acima, é feliz a frase: “resposta ativa”. Não podemos ser passivos perante a bondade de Deus. Ele mesmo espera de nós uma reação, que é o seguimento dedicado a Jesus.

A conversão é ligada ao batismo, pois a imersão na água duma pessoa arrependida, a fim de ter os pecados perdoados, transfere a pessoa do mundo das trevas para uma nova vida em Cristo, sob os cuidados e a tutela dele. Assim, a imersão que Jesus nos deu (e não os batismos humanos) serve como passagem que marca a grande mudança na vida.

O corpo de Cristo mencionado na citação acima é a família na fé, a igreja única de Jesus. Ver Colossenses 1.22-23. A participação nesta família é também fundamental para nosso crescimento espiritual, serviço ao próximo e destino eterno.

Deus espera a entrega do nosso ser, da nossa vontade, da nossa vida, a ele. Somente assim pode ele compartilhar conosco as grandes bênçãos da salvação. Vamos não nos privar da sua presença e da sua bondade. Convertamo-nos a Cristo, para viver a felicidade da nova vida nele.

Para maiores informações, ver este estudo online, ou nos contatar para combinar um estudo individual. A tradução da citação acima é nossa.

Você está pronto para ser batizado?

As referências bíblicas incluídas abaixo são sugestivas, pois são muitas que poderiam ser citadas em cada um dos pontos. Para maiores informações consulte o livro: Cristianismo original, ou peça um estudo particular em pessoa.

#1. Você está pronto para ser batizado quando você sabe que somente em Jesus Cristo podem seus pecados ser perdoados e você retornar à presença de Deus, Efésios 1.7.

#2. Você está pronto para ser batizado quando você crê em Jesus como Deus na carne, Aquele que morreu como sacrifício em nosso lugar, o Ressuscitado que virá novamente, João 8.24; 2 Timóteo 3.15.

#3. Você está pronto para ser batizado quando decide abandonar a velha vida do pecado e viver uma vida santa, imitando o Senhor Jesus, Lucas 24.46-47; Atos 2.38.

#4. Você está pronto para ser batizado quando você declara publicamente ser um seguidor do Senhor Jesus Cristo, mesmo frente à morte, Romanos 10.10; Apocalipse 2.10.

#5. Você está pronto para ser batizado quando entende a razão do batismo, como sepultamento na morte de Cristo, para ter os pecados lavados pelo seu sangue, Romanos 6.1-4; Atos 22.16.

#6. Você está pronto para ser batizado quando aceita participar do sofrimento de Cristo a fim de que o evangelho seja proclamado, 1 Pedro 2.9-12.

#7. Você está pronto para ser batizado quando assume o compromisso de mostrar amor fraternal e sincero à família de Cristo, 1 Pedro 1.22.

Ver este estudo online para mais detalhes, junto com estas referências.