‘Não estou salva’. A verdade chocante que Keila descobriu

“Não estou salva. Mentiram para mim esses anos todos”. Assim falou Keila, a amiga de uma irmã em Cristo, depois de ler alguma literatura bíblica sobre a salvação.

Keila tinha recebido um livro no domingo à noite e em dois dias terminou de ler. Ela recebeu uma revelação chocante ao ler o que a Bíblia realmente ensina sobre como se tornar um cristão. Sabia que não tinha feito isso.

Suas palavras lembram de um grupo que falou, em outro contexto: “Passou a época da colheita, acabou o verão, e não estamos salvos” Jeremias 8.20.

Depois de um pouco mais de estudo, Keila encontrou as respostas a mais algumas perguntas que ainda tinha. No domingo passado, após receber a literatura, ele foi imersa na água para receber o perdão dos pecados.

“Vou viver o resto da minha vida para Jesus Cristo, da melhor maneira possível”, ela disse.

Você sabe o que a Bíblia realmente ensina sobre a salvação? A informação não é oculta nem misteriosa. Peça um material gratuito ou um estudo pessoal. Mais importante ainda, abra a Bíblia para descobrir quais as condições para receber a salvação que Deus oferece gratuitamente em Jesus Cristo.

2 respostas para “‘Não estou salva’. A verdade chocante que Keila descobriu”

  1. Excelente postagem, Randal. Fico verdadeiramente feliz que a Keila se deu conta, a tempo, do quão chocante é estar enganada sobre a salvação. E por isso, resolveu obedecer, na sua totalidade,o plano da salvação com a urgência que o caso requer. Graças a Deus que ela corrigiu o erro de que foi vítima. Podemos tirar vários ensinamentos desse caso. 1. Cada pessoa é responsável por decidir o rumo e a validade de sua própria salvação. A responsabilidade não é do pastor ou evangelista. 2. Pode acontecer de evangelistas sinceros ensinarem a verdade de maneira incompleta. Isso me faz lembrar que infelizmente há casos de pessoas oriundas de denominações sendo “transferidas” e aceitas na Igreja de Cristo sem o conhecimento completo do Plano da Salvação. Há lideres entendem que a pessoa já era evangélica anteriormente, portanto já seriam salvas. Então ocorre apenas a apresentação oficial da pessoa no dia do culto. Mas, o fato de ser “evangélico”, não implica em salvação. Tive amigas que passaram por isso. Por isso deixo registrado esse comentário : o plano da salvação completo é fundamental. Obrigada, Randal por abrir esse espaço para comentários.

Pergunta? Dúvida? Comentário?