A fé que move não só montanhas, mas atitudes

fe-move-montanha

Um amigo meu, o texano Mike Riley, escreveu um artigo sobre a conversão. Ele cita um dicionário de termos bíblicos que a conversão é “uma virada de e virada para”. Faz a pergunta sobre que tipo de virada. Veja seu primeiro ponto:

(1) A conversão é uma mudança de mentalidade — É uma mudança da descrença à fé. Quando Paulo e Silas pregaram o evangelho em Corinto, conseguiram converter Crispo do seu estado da descrença a um estado de fé, Atos 18.8. Assim, por meio do anúncio do poderoso evangelho de Cristo, Romanos 1.16, Crispo foi convencido da verdade de Deus, ficou convicto dessa verdade e foi convertido a ela. (Note também a mesma progressão da conversão em Atos 2.14-41.)

Tudo começa com esta mudança. A fé que não somente aceita a verdade na teoria ou como conceito, mas sua convicção da verdade conduz à mudança de vida.

Esta mudança se reflete em Atos 11.21, texto este citado no artigo anterior: “A mão do Senhor estava com eles, e muitos creram e se converteram ao Senhor”.

Este verso deixa claro que a fé levou à ação. Os antioquenos tiveram o tipo de fé correto que não fica só. A mão do Senhor estava sobre os cristãos que “começaram a falar também aos gregos, contando-lhes as boas novas a respeito do Senhor Jesus”, 11.20. Anunciaram-lhes o evangelho.  Os ouvintes aceitaram-no. Acreditaram na mensagem.

Os cristãos pregaram e Deus abençoou seu esforço. (A frase: “a mão do Senhor”, é comum no Antigo Testamento; indica que o poder de Deus está com a pessoa ou grupo em questão.)

E os habitantes da cidade de Antioquia não somente aceitaram mas deixaram que a mensagem mudasse sua vida.

E nós? A nossa fé nos leva à conversão? À mudança? A uma mentalidade que afeta toda a nossa existência?

Jesus falou duma fé que move montanhas. Precisamos de uma fé que começa movendo nossas próprias atitudes para obedecer ao Senhor Jesus.

Que tipo de fé você tem?

Uma resposta para “A fé que move não só montanhas, mas atitudes”

Pergunta? Dúvida? Comentário?