Cibele e os colossenses

Por Mark McWhorter — A população gentia de Colossos tinha vários falsos deuses e deusas que eles adoravam. Uma das deusas era Cibele.

Cibele era a deusa frígia da fertilidade. Ela representava o princípio da vida e da reprodução. Ela era considerada por muitos como a Mãe dos Deuses. Sua coroa era uma muralha da cidade em miniatura. Ela era adorada com clamores e gritos associados a címbalos e tambores.

Os romanos introduziram um rito interessante à sua adoração. Um iniciado foi colocado em um poço sob um piso de madeira. Um touro foi sacrificado no piso de madeira. O sangue corria por brechas no piso e encharcava o iniciado. Pensavam que limpava o iniciado dos pecados e significava um renascimento. Cibele ficou associada ao ciclo infinito de vida, morte e renascimento por ter estado envolvido com o ressurgimento de seu amante Átis.

Enquanto Paulo não citou nenhum deus falso na carta aos Colossenses, algumas das coisas que ele escreveu tratam de crenças falsas. Em 3.16, Paulo explicou o devido culto musical a Deus. Em 1.4-6, Paulo fez questão de frisar que a fé, o amor e a esperança de Cristo e sua igreja são o que produzem o fruto espiritual. Em 1.9-10, ele afirmou que é o conhecimento e a sabedoria da vontade de Cristo que fazem frutificar a pessoa.

Em 1.14, Paulo ensinou que é o sangue de Cristo que produz o perdão dos pecados. Em 1.16, ele disse que Cristo criou o mundo, e em 1.17, por Cristo todas as coisas permanecem juntas. Em 2.12-13, Paulo disse que é na imersão que se ressuscita dos mortos e se dá vida.

A Bíblia é maravilhosa. Deus nos deu informações suficientes pelas quais qualquer religião ou crença falsa pode ser respondida. Estude a sua Bíblia. Aprenda tudo o que puder, e depois obedeça a Deus. Se algo for difícil de entender, peça a um irmão que o ajude.

Pergunta? Dúvida? Comentário?