A decisão no topo da lista

Por Wayne J.

Quase seis décadas de escolhas, muitas delas bem pobres, misturadas com algumas excelentes! Carrego muitos arrependimentos, carrego alguns diariamente, mas não me detenho neles. Ao invés disso, uso meus arrependimentos. Eles se tornam o combustível que propele meu desejo de ajudar os outros a evitar erros semelhantes.

Ocasionalmente, compartilho partes de minha vida que podem ser embaraçosas, vergonhosas ou parecer presunçosas e orgulhosas, às vezes. Uma vez, minhas decisões ruins me levaram a viver em uma barraca por alguns meses. Elas me forçaram a ser humilde e aceitar a ajuda de outros para me recompor.

As pessoas que me ajudaram me pediram uma coisa: Que quando surgirem oportunidades eu ajudasse os outros. Eu nunca os esquecerei e tenho tentado honrar esse pedido.

Eu também alcancei alguns pequenos níveis de sucesso. Quando compartilho minha vida, geralmente é por uma razão. É minha esperança que os outros ganhem com minha história e minhas palavras. E que talvez alguém se inspire para evitar erros semelhantes e possivelmente abraçar algumas das minhas decisões mais excelentes.

No topo dessa lista está minha decisão de seguir a Cristo e todos os seus ensinamentos o melhor que eu puder. Embora eu falhasse nisso por muitos anos, agora me consolo em saber que fui perdoado por ter virado as costas a Deus e seguido meus próprios desejos.

Agora sei que tenho um lar eterno à minha espera no céu. Não consigo imaginar, nunca mais, virar minhas as para Deus. Em poucas palavras, nenhum desejo vale o risco eterno.

Todos nós temos a mesma oportunidade que eu tive. Todos!

As Escrituras declaram que devemos

  • ouvir a palavra de Deus,
  • acreditar que Cristo é o Filho de Deus ressuscitado, Romanos 10.8-17,
  • arrepender-nos (tomar a decisão de mudar nosso rumo na vida e seguir Jesus),
  • confessar Jesus como o Filho de Deus ressuscitado, Atos 2.38,
  • e ser imersos (batizados) em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Mateus 28.19.

Neste ponto da imersão, nossos pecados são perdoados e recebemos o dom do Espírito Santo.

A partir deste momento, somos considerados por Deus como puros como a neve, porque o sangue de Cristo continua nos purificando, 1 João 1.7.

Estamos então “EM CRISTO”, com o dom do Espírito Santo para nos ajudar a caminhar na luz, quando colocamos Deus em primeiro lugar e fazemos tudo o que podemos para mostrar a Jesus nosso amor, guardando seus mandamentos e amando os outros como Cristo nos amou, João 14.15.

João 14.1-6, Apocalipse 21, 1 Coríntios 15, Gálatas 3.26-27, Romanos 6.3-5, Gálatas 3.27.

Deus em primeiro!

Wayne postou este artigo em site de mídia social da irmandade. Ele mora no estado americano da Georgia.

Uma resposta para “A decisão no topo da lista”

Pergunta? Dúvida? Comentário?